17 de fevereiro de 2013

Um tic tac sem fim


Você nega, porém eu sei o que tu fez. Não vou negar que me surpreendi, talvez decepcionei, mas tudo bem, como você saberia afinal que estaria pensando em tu?! Sim não deixei de pensar em como estaríamos juntos, se você estivesse em outro local naquele dia, tudo seria diferente. Talvez fosse para pior mas prefiro não pensar assim. Prefiro pensar em você do meu lado, comigo, naquela noite de luar com a brisa batendo, a noite amena, porém não calma, a coruja apenas nos observando.
Fazemos uma loucura que tal? Uma aposta talvez? E se eu ganhar, o que ganharei? Eis ai uma grande questão, não sei como respondê-la ainda mas espero que tu me ajudes. Quem sabe pulemos na piscina, uma competição de bebida, uma volta de carro, uma música ouvida, um jogo, um beijo, um amasso.... Deixo você escolher, mas me surpreenda, seja único como foste naquele dia.
Vejo tu e mal posso esperar para o próximo feriado, sei que tu és meio louco mas ta ai um risco que vou correr.